28.1.09

COMO SOBREVIVER À RECESSÃO COM ESTILO - PARTE 1

Agora que estamos oficialmente numa recessão há que ser criativas e pensar em formas de continuar a comprar os sapatos sem os quais não conseguimos viver e a vestirmo-nos como gostamos sem dar um rombo na conta bancária.

SALDOS
Os saldos são a forma mais óbvia de comprar roupa e acessórios a preços mais baixos. Em Londres este vai ser o último fim de semana de saldos de Inverno e as lojas vão ter descontos até 80, por isso se estiverem por cá aproveitem!

Nos saldos é preferível investir em básicos e clássicos que não vão estar desactualizados no Inverno que vem. Calças pretas, casacos de Inverno com corte clássico, camisolas e cardigans, jeans, botas... e por aí fora. Cuidado com estampados e formas e materiais que sejam marcadamente desta estação. O ideal e comprar peças que se possam usar logo - em Londres isso não é um problema porque continua a fazer um frio de rachar!

No outro dia perguntaram-me se tinha algum conselho a dar já que estou em Londres há tanto tempo. Em vez de falar do tempo, atrações turísticas ou restaurantes respondi:
'Os saldos de Inverno são a melhor altura para comprar biquinis no Harvey Nichols. Biquinis da Missoni, Pucci, etc que normalmente são intocáveis ficam a metade do preço. Isso nunca acontece nos saldos do Verao.'
Claro que os meus amigos ficaram a olhar para mim. Não era bem a resposta de que estavam a espera, mas neste caso e pertinente.

SAMPLE SALES
A maioria das grandes marcas fazem vendas internas (sample sales) para os empregados e ‘friends and family’. Normalmente é preciso ser-se convidado por isso há que fazer amigos que trabalham em moda - já agora alguém trabalha para a Christian Louboutin, Chanel ou Lanvin??? Algumas sample sales são menos exclusivas e aparecem anunciadas em sites como fashionconfidential.co.uk, billiondollarbabes.co.uk, etc.

As sample sales são um paraíso: Jimmy Choos a £80, botas da Yves Saint Laurent a £100, vestidos da Missoni, Stella McCartney e Diane Von Fustenberg entre £50 e £100, gabardines da Burberry a £150 e lingerie da Elle McPherson quase de graça.

Um conselho: não perder a cabeca e comprar coisas no tamanho errado só porque são uma pechincha. A verdade é que não vamos emagrecer, os nossos pés não vão ficar maiores e algodão não funciona, e vai doer horrores até que os sapatos que realmente são pequenos demais fiquem confortáveis. E aquele vestido transaparente que é fantástico numa modelo de 1.80m num desfile vai dar a ideia errada se eu o usar para um casamento neste Verão.

QUEM TEM PARA A TROCA
Uma ideia mais original para acrescentar peças novas ao guarda roupa é organizar uma festa em que toda a gente tem de trazer coisas que ainda estejam boas, mas pelas quais já não se esteja apaixonado para trocar. Pode servir-se comida, chá e bolos, vinho e ficar à conversa. É importante que as pessoas tenham mais ou menos o mesmo gosto senão as trocas nao funcionam!

EBAY
E por último há sempre o ebay. Nao só se descobrem coisas de que se gosta a uma fracção do preço (só é preciso ter cuidado com os produtos falsos) como também nos podemos desfazer de peças antigas. Ou que compramos em sample sales porque não seguimos os conselhos que damos aos outros. O que me lembra que tenho dois pares de sapatos lindos de morrer mas pequenos de mais para mim que preciso de vender.
Infelizmente só descobri os The Long Blondes depois de eles decidirem separar-se. (suspiro)

27.1.09

THE SARTORIALIST



Scott Shuman, o homem por detrás do blogue the Sartorialist, não só vai lançar um livro, como acabou de fotografar a sua primeira campanha de publicidade. A campanha, para a DKNY, foi fotografada nas ruas de Nova Iorque no estilo do blogue, e tem como protagonistas Sean Lennon, Saisy Lowe, DJ Coleman, Luc Worrell e Chanel Iman.

Caso ainda não conheçam o the Sartorialist - este é o blogue de referência de street syle. Scott Shuman captura pessoas com um estilo marcado e individual nas ruas de Nova Iorque, Londres, Milão, Paris, São Paulo, Moscovo e pelo mundo fora . Durante as semanas de moda tem um blogue diário nos sites da GQ e style.com.

Eu ainda não perdi a esperança de um dia ser fotografada. Pode ser que seja em Fevereiro em Milão!

26.1.09

DAR O BRAÇO A TORCER

Não é segredo que eu não sou grande fã de Victoria Beckham. Aliás quando ela se mudou para LA suspirei de alívio porque pensei que finalmente ia deixar de ser bombardeada com fotografias e notícias dela em todas as revistas em jornais ingleses em que pegava. Por isso, quando vos digo que gosto imenso do novo vídeo para a sua linha de vestidos, é porque gosto mesmo. A refêrencia à campanha da Marc Jacobs de que foi protagonista tem graça, e também tenho de admitir que os vestidos sao lindos. Vejam no site!

www.victoriabeckhamcollection.com
OBRIGADA AMIGAS!

Este fim de semana recebi dois presentes lindos.




16.1.09



PARABÉNS KATE!

10.1.09

FIM DE SEMANA GELADO

É um facto: este fim de semana a Europa toda está, literalmente, gelada. Hoje à tarde saí para fazer uma manicure e quando cheguei a casa achei que as minhas mãos tinham congelado, porque não pude calçar as luvas a caminho de casa. Também fui apanhada de surpresa no meio de uma manifestação de 15.000 pessoas contra o ataque à Palestina, mas enfim, isso é daquelas coisas que me acontecem num Sábado à tarde...

Honestamente, só há duas coisas a fazer:

1. Usar um casacão muito quente, gorro, botas e luvas se se tiver mesmo de sair de casa
2. Ficar em casa e ver um bom filme

O que me leva a um dos meus filmes preferidos: The Royal Tenenbaums. Esta comédia negra de Wes Anderson é perfeita para dias assim.

O meu personagem perferido é a filha, Margot Tenenbaum (Gwyneth Paltrow). Sempre de cigarro na mão (apesar da família não saber que fuma) e com um ar altamente desencantado, Margot usa o cabelo muito liso e smokey eyes, vestidos tipo polo e um casaco de peles comprido que seria perfeito para esta altura do ano...

Uma das minhas cenas favoritas...

7.1.09

PERFECT TIMING

Uma palavra: saldos. O ano inteiro. Natalie Massenet, que fundou o já famoso site net-a-porter, vai lançar, em Fevereiro, um designer outlet online, que chega mesmo a tempo do credit crunch. Já se podem registar em TheOutNet.com... e happy shopping!
STAR CRUSH


fotos: Nylon

A expressão quirky style podia ter sido inventada para a Zooey Deschanel. Meio boneca, com um estilo muito pessoal e uma paixão por tudo o que seja vintage, ela é actriz, está numa banda, e desde Dezembro que está noiva do cantor dos Death Cab for Cutie. Claro.


fotos: Lula


foto: Vanity Fair

A Zooey entra no novo filme de Jim Carrey, Sim!, que eu ainda não vi. O filme é a adaptação de um livro chamado Yes man, de Danny Wallace, que eu também ainda não li, mas que na altura em que saíu me pareceu ter um conceito engraçado. Basicamente depois de ser largado pela namorada, o escritor teve um encontro misterioso como um homem que lhe disse para dizer que sim mais vezes. O livro conta a história de tudo o que aconteceu a partir do momento em que ele resolveu dizer que sim a tudo, e como podem imaginar envolveu algumas peripécias engraçadas...

5.1.09

STYLE NOTES: THANK GOD FOR WOOL HATS

Depois das temperaturas amenas de Lisboa (vamos esquecer a semana de chuva ininterrupta e a humidade que me deixou a mim, e a metade do país constipados) foi um choque voltar ao frio de Londres. A temperatura máxima são 3 graus e neva... É verdade que as casas e os sítios estao muito melhor aquecidos que em Portugal, mas não deixa de ser um sofrimento andar na rua. E a minha constipação nao passa!

Por sorte os gorros são um must esta estação e em Londres toda a gente adoptou este acessório. Segundo Christopher Bailey da Burberry, os gorros podem ser usados em todas as ocasiões, tanto com sobretudos como com vestidinhos de seda. No último desfile da marca todas as modelos desfilaram com um gorro de lã posto. O beanie, como lhe chamam os ingleses, deve ser usado puxado para traz e meio descaído, para ficar com ar de que não se pensou muito nisso (= automaticamente mais cool).

A variedade de gorros usado pelas pessoas da minha empresa e impressionante. O mais giro é o de um colega meu inglês - o único homem do mundo que fica bem com um gorro azul escuro com um pompom enorme, daqueles que usavamos em miúdos!


Alexander Wang Outono/Inverno 2008/09
fotos: style.com

Burberry Prorsum Outono/Inverno 2008/09
fotos: style.com
AS MINHAS RESOLUÇÕES PARA 2009

Os ingleses são tão sérios. Quando chega o ano novo nós comemos passas e pedimos 12 desejos (uns mais altruistas que outros, humm carteira da chanel...) e eles tomam resoluções que têm de manter durante o ano. As mais comuns fazem com que seja impossível ir ao ginásio em Janeiro sem ter de lutar por um espaçinho nas aulas de yoga ou na piscina, ou encontrar alguém com que sair que não esteja a fazer uma detox... Graças a Deus em Fevereiro volta toda a gente aos velhos costumes!

Quando cheguei ao escritório na segunda apanharam-me de surpresa quando me perguntaram quais eram as minhas resoluções. Tive de improvisar.

1. Dedicar-me mais ao blog
2. Arranjar um namorado
3. Comprar menos sapatos (uhmm dia 3 já tinha comprado umas botas e umas sabrinas...) OK só comprar sapatos que consiga usar (assunto para outro post!)
4. Rir-me mais (complicado)

Deixei o ginásio, ser saudável e salvar o mundo de fora de propósito.Não consegui pensar em mais nada.
Perguntei a E quais eram as resoluções dela, à procura de inspiração, e ela respondeu que finalmente tinha conseguido pensar numa resolução umas horas antes mas já se tinha esquecido do que era. Não conseguia mesmo lembrar-se, o que era preocupante porque assim de certeza que não a ia conseguir manter! Pois, realmente os 12 desejos são uma alternativa muito mais simples.